aforismos e afins

24 junho 2005

A minha (pro)vocação (preferida) - 1/4

1. «O homem não pode de forma alguma impedir-se de ter pela mulher um desejo que a aborrece; a mulher não pode de forma alguma impedir-se de ter pelo homem uma ternura que o aborrece» [Henry de Montherlant]

2. «Sempre pensei que aquilo que dava sentido à vida de um homem era proteger uma mulher.» [Jacques de Bourbon-Bossuet]

3. «A suprema felicidade seria, sem dúvida, encontrar uma mulher sensível que fosse, ao mesmo tempo, nossa amante e nossa amiga.» [François-René de Chateaubriand]

11 Comments:

  • Acho isto muito interessante. Escolheste bem.
    Algumas mulheres, muitas, foram criadas para se aborrecerem com o desejo masculino, acharem-no um fardo - mas está desactualizado, não achas? A ternura das mulheres aborrece efectivamente alguns homens. E neste caso não estará totalmente fora de questão.

    As mulheres gostam de ser protegidas - e de proteger. De ser comandadas - e de comandar. O dado novo é esse: elas aprenderam a querer tudo.

    Tal como a suprema felicidade seria, sem dúvida, encontrar um homem sensível que fosse ao mesmo tempo nosso amante e nosso amigo.

    Gostei deste exercício.

    By Blogger Isabela, at 1:17 da manhã  

  • Toda a gente quer tudo, porque toda a gente tem esses dois lados de facto, embora eu continue a achar que vale a pena falar no «feminino» e «masculino». Só que ambos temos coisas de um e outro. A simplificação ajuda a perceber o que nos separa, e ainda bem que nos separa senão era um aborrecimento e até punhamos em perigo a espécie :)

    POr isso, a frase 1 é uma generalização grande, como aquela que diz que os homens aceitam o casamento em troca de sexo todos os dias (julgam eles) e as mulheres aceitam sexo todos os dias em troca de casamento. Sendo simplificação, acho que tem muito de verdade.

    Obrigado pelos teus comments, Isabela. :)

    By Blogger Tiago Mendes, at 8:23 da manhã  

  • Ora, ora...
    eu sempre achei que essa história dos homens estarem mais interessados em sexo que as mulheres é só fita.
    Faz parte dos papeis que foram desenhados: ele persegue e logo tem de estar interessado, ela é perseguida e finge estar pouco interessada.
    A grande diferença, a haver alguma, é que tipicamente as mulheres só aceitam sexo com amor (nem que finjam que amam) e eles aceitarão.
    mas até isto é datado!

    By Blogger sm, at 11:11 da manhã  

  • nao e' nada datado, sm, levantas um ponto importante. repara que a traicao nas mulheres e muito mais "grave" que a dos homens apenas porque nas mulheres isso em geral implica que tenha havido algum envolvimento/interesse para alem do fisico, enquanto para os homens a mais das vezes e' puramente carnal.

    e, claro, as mulheres nao aceitam isto em geral, porque (em concordancia com o que eu digo acima) acham mais grave um homem trair sem sentir nada por essa pessoa do que trair com algum interesse. por isso o cumulo que as mulheres desprezam e' um homem que recorre 'a prostituicao, ainda que isso nao signifique nada emocionalemnte, porque ele se torna um animal.

    se calhar esotu enganado, mas isto e' daquelas coisas que nao percebo mesmo nas mulheres: como e' que tendo traido, nao 'e "menos mau" ter traido so pela carne.

    mas tb ha o reverso: para o homem, a mulher que tenha traido "so pela carne" e' mto dificil de digerir porque poe em causa as capacidades do homem para a satisfazer na cama.

    enfim, never ending story :)

    By Blogger Tiago Mendes, at 11:17 da manhã  

  • respondendo ao teu comment, tiago: não estou de acordo com essas generalizações, e creio não estar sozinha nessa idéia de que

    (1)haja tipo pior de traição;
    (2)nesse caso, aquela limitada à dimensão física seria a pior

    mais importante que a fidelidade é lealdade, já foi dito por uma personagem de (bom) filme. havendo lealdade, tem-se diálogo e nada de generalizações.

    enfim, never ending story indeed...

    By Blogger Daniela, at 2:14 da tarde  

  • Andas a pedir guerra com as senhoras, e senhores com simpatias feministas...

    By Blogger Joao Galamba, at 7:31 da tarde  

  • Comentário à frase 3.... Se isso é assim, a maior parte dos homens não é supremamente feliz porque NÃO QUER. Desculpem, mas geralmente são os meninos que separam amantes ("amigas")e amigas ...

    By Blogger Ginja, at 2:31 da tarde  

  • hahaha :) isso tem muito que se lhe diga, brevemente escreverei sobre a amizade (impossivel?) entre homens e mulheres. mas repara que a frase diz é que a mulher ideal é amiga "e" amante. isso que tu dizes sugere que as mulheres ou sao "amigas" (com aspas, isto é amanter) ou amigas (somente).

    By Blogger T. M., at 2:55 da tarde  

  • ... mais ou menos . Sugere que a maior parte das mulheres gostaria mesmo muito que as deixassem ser as duas coisas ao mesmo tempo. E com reciprocidade, claro está. Quanto a traições e prostituição, que grande confusão por aí vai !
    Um gajo que recorre à prostituição põe em risco a sua saúde e a da mulher ou da namorada, e isso é uma estupidez e uma falta de respeito enorme, do pior que pode haver. É que DST's não se evitam todas com um preservativo, e mesmo assim ainda há quem o dispense. Se não lhe chega o que tem, diga, e se mesmo assim não resolver, então há mais qualquer coisa que não está a resultar na relação e cada um vá à sua vida . Se não for com uma prostituta é de facto menos mau em termos de higiene, ( ou não, há quem se equipare sem ser profissional) mas o princípio é o mesmo. E depois, pela mesma razão que um gajo não gosta que a sua namorada ande a namoriscar outros, porque é que nós havemos de gostar ? Pensem nisto: se um homem tem muitas "namoradas" é machão, malandreco e tal... mas e se for uma mulher, e mesmo que não seja pura luxúria e haja mesmo uma dúvida "sentimental" (hahahaha! - mas é verdade, há casos assim) entre dois candidatos que estejam "à experiência" que apelido lhe põem ? É que é quase instintivo ...

    Cá aguardo novas provocações :)

    By Blogger Ginja, at 4:18 da tarde  

  • Sim, e sim...
    A conversa da amizade tem muito que se lhe diga...E os homens, ganham fama de Don Juan, malandreco (gostei dessa...), solteiro inveterado, etc as mulheres ganham fama de.....(coibo-me de dizer). Ate nisso: solteiro inveterado é bom, é sinal que o tipo anda por aí que nem um jovenzito a aproveitar a vida, já a solteira, coitada, não teve melhor sorte, ficou encalhada...

    By Blogger Gabi, at 5:19 da tarde  

  • Putas. «Putas». "Putas". P***s. PUTAS.

    Escolham lá como preferem que a palavra não é assim tão difícil de dizer. Uma coisa interessante é que aqui em Inglaterra há uam igualdade tremenda, e isto tem obviamente a ver com a religião, que é protestante e muito mais liberal que o catolicismo português.

    Aqui uma miúda/mulher pode ir para a cama com vários que ninguém lhe chama "slut". Ou se chama, chama, digamos assim, com algum "carinho", ou até "orgulho" (nem que seja de poder chamar SEM ter carga pejorativa, mas apenas "factual", i.e., uma miíuda/mulher que dorme com muitos).

    Ginga: calma. Eu quando falei da prostituição foi APENAS para dar um exemplo dum caso de traição que envolvesse o mínimo de relacionamento emocional possível. Não a defendi, obviamente, nem vou entrar pelos pormenores técnicos das DST, etc.

    Só queria ilustrar a diferença entre os homens e as mulheres quanto ao "que" as motiva a trair, independentemente de com quem consubstanciem essa vontade.

    Gabs: o que tu disseste da mulher ficar "encalhada" tem a ver com a diferença ii) no meu post 4/4. Tem também a ver com a forma como a sociedade vê a mulher e como cada mulher encara a sua vida. Há muitas mulheres que escolhem ser solteiras, e não ter filhos, e porque não, ser umas "levianas" (mas com ternura). Só fica encalhado quem gostava de se fazer ao mar alto e não conseguiu. Mas há muitos e muitas que gostam de ficar no cais.

    Isto volta um bocado à história do sucesso e da felicidade. Cada um define-a para si e portanto não devemos por rótulos à pressa. O que não impede de olhar para a sociedade e fazer generalizações, e aí, sim, é verdade que a "maioria" das mulheres sofre o drama de estar encalhada, mais que os homens.

    Obrigado às duas e às outras também: um gajo sozinho não consegue dar conta disto tudo! ;)

    By Blogger T. M., at 6:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home