aforismos e afins

06 novembro 2005

Debates em curso (3)

A não perder a resposta de João Aldeia aos comentários do JG.
[JG replicou e eu também. Já se fala de IA, miúda! Isto promete!]

3 Comments:

  • Ja comentei. O JA continua a usar hipoteses que eu rejeito. Da uma olhada e diz-me o que pensas.
    Abracos,
    Joao

    By Blogger Joao Galamba, at 7:27 da tarde  

  • Já respondi. Acho que o JA não usa "hipóteses" nenhumas, sinceramente. Acho que ele tem uma visão muito "moderada" sobre o papel da ciência e sobre como ela deve ser feita. Insisto que tens que separar os problemas da filosofia e da ciência. Volto também a sugerir a leitura dos excertos do Dawkins, em que ele rejeita que os genes (aqui como "micro-cosmos" simbólico para o tema mais abrangente da "ciência") não explicam tudo.

    http://www.maoinvisivel.com/blog/archives/2005/11/the_selfish_gen.php

    E recordo uma discussão acerca da IA (onde concordo contigo - acho que nenhuma máquina - POR DEFINIÇÃO) poderá alguoma vez "igualar" o homem.

    http://descrita.blogspot.com/200...- progresso.html

    PS: JOÃO: pedia-te, ainda que a tentação seja grande, que respondesses no Pura Economia e não aqui, por uma mera questão de eficiência. Eu deixo estes comments aqui mais para abrir o apetite a outros leitores do que para te provocar - isso fica para lá :)

    By Blogger Tiago Mendes, at 7:44 da tarde  

  • Tiago e João,

    Eu estou em plena crise epistemológica (e de vocação), razão por que este debate tanto me interessa. Presentemente, são mais as dúvidas que tenho do que as certezas, o que torna esta troca de argumentos imprescindível. No fim, talvez saiba em que lado da barricada me situar.

    Assim sendo, aqui deixo alguns tópicos em benefício da discussão:
    - “Fashionable Nonsense: Postmodern Intellectuals' Abuse of Science” e o caso Sokal (http://en.wikipedia.org/wiki/Fashionable_Nonsense)
    - S. Jay Gould e o evolucionismo anti-sociobiológico (o já clássico debate Dawkins vs. Gould)

    Beijos.

    By Blogger mm, at 11:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home