aforismos e afins

03 dezembro 2005

Esclarecedor

«Os crucifixos nas escolas agrediam muito poucos porque cada um é livre de lhe atribuir o significado que entender àquele indesmentível facto histórico. Retirá-los, agride muitos. É uma provocação, cujos intuitos imagino quais são.» [Manuela Ferreira Leite, Expresso]

Como MFL acha que cada um lhe (pode) atribui(r) o significado que quer, relembro o Humpty Dumpty. Vale a pena ler, acreditem.

4 Comments:

  • Será que muitos defensores dos crucifixos em nome do "sentimento da comunidade local" já pensaram como poderiam ser as salas de aula em Baleizão (ou noutra aldeia do Alentejo profundo) se esse principio fosse generalizado? Em vez de cruzes, poderiam ter outros simbolos (ou fotografias) mais consentaneas com as tradições locais...

    By Anonymous Miguel Madeira, at 1:56 da manhã  

  • "Em vez de cruzes, poderiam ter outros simbolos (ou fotografias) mais consentaneas com as tradições locais..."

    Exacto... tipo retratos do Lenine, etc... não só porque poderiam ser aprovados "unanimemente", mas porque segundo MFL poderiam ser "interpretados" livremente... ai, santa ingenuidade.

    By Blogger Tiago Mendes, at 2:01 da manhã  

  • Quantoàs cruzes, concordo totalmente.

    Sobre a MFL ... ingenuidade não será demasiadamente eufemístico ?

    By Anonymous IM, at 2:27 da manhã  

  • Sim, seria eufemistico... por isso é que o precedi pelo "santa" - "santa ingenuidade" ;)

    Ela boa pessoa é, mas esta crónica... deus nos acuda, não tem ponta por onde se lhe pegue. Valia mais ter dito que era contra, contra, contra, "e prontos". Agora andar às voltas e meter ali falácias como quem está a encher chouriços... é gozar com o fiel leitor do Expresso :)

    By Blogger Tiago Mendes, at 2:49 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home