aforismos e afins

23 setembro 2005

Carrilho não, obrigado

Os perigos do racionalismo na política; a arrogância a deslizar para o totalitarismo; e os demais tiques do sr. filósofo - tudo isso muito bem apanhado neste artigo de Martim Avillez Figueiredo.

5 Comments:

  • Só vota em filósofos quem não os conhece...

    By Blogger Peter of Pan, at 7:31 da tarde  

  • E em economistas idem aspas ;)

    By Blogger Tiago Mendes, at 7:34 da tarde  

  • Hummm, li o artigo e apesar de que não tenciono votar no Carrilho, precisamente por ele ser um tonto narcisista, não gostei do que li. A razão é simples: acho que é um atrevimento enorme limitar o rótulo de racionalista à descrição dada no artigo . Há "ismos" e "ismos", e nem sempre são passíveis de descrições tão lineares . Quem lê, até julga que todos os males do país se deveram a uma tradição secular de racionalistas, quando sabemos que não é assim. De qualquer modo, sobre aplicação de um conhecimento de antecedentes e sobre acumulação de experiência no que diz respeito à governação e à estratégia política, aconselho sempre a leitura de um dos racionalistas de minha eleição: António Sérgio . Só para dar um contra-exemplo ao retrato que o artigo faz do racionalismo, e a título de prova de que o português fala "à toa" daquilo que conhece mal.

    By Blogger Ginja, at 12:41 da tarde  

  • Mas de resto acho que o que se diz dele é infelizmente verdade. Nem para professor o queria, quanto mais para Presidente da Cãmara. E a questão fulcral é que de vaidosos está este país cheio, portanto... Carrilho não, obrigada !

    By Blogger Ginja, at 8:19 da tarde  

  • Pois! Mais vaidoso que este só o PSL, a olhar para as estrelas enquanto posa para mais uma foto. Grrrr, estes políticos...

    By Blogger Tiago Mendes, at 9:42 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home