aforismos e afins

30 dezembro 2005

Leituras do dia (de ontem)

«O medo é que é perigoso» [via HR]. Aproveito para endereçar o meu apoio ao CAA por este post.

5 Comments:

  • só uma pergunta, um pouco a despropósito: que é feito da solução do quizz 5? Já desisti de o resolver mas irrita-me ter desistido o que me obriga a andar às voltas com a sala da lâmpada e a escolha dos prisioneiros...vou entrar no novo ano assim?

    E já agora, não sei se conhece este:
    Foi cometido um crime por uma única destas pessoas A,B,C e D. A declara:"B é culpado"; B declara:"É D"; C declara: "Eu não sou". E D declara: "B mentiu". Se só uma destas declarações é verdadeira, quem é o culpado? A mesma pergunta (quem é o culpado) se só uma das delcarações for falsa.

    Tenho mais alguns, se estiver interessado.

    Bom ano

    By Anonymous ccs, at 7:11 da tarde  

  • "Custa ser lúcido nesta terra, e não ser acusado de barricada e etc e tal quando se toca em certos temas."


    Sinceramente não percebi.

    By Blogger Bruno Gonçalves, at 7:29 da tarde  

  • Nada a despropósito, cara CCS! De facto, ia publicá-lo amanhã e antecipo-o [então] para hoje. Demasiadas publicações recentes adiaram a resposta ao quizz, foi só isso.

    Quanto ao seu quizz, as declarações dos 4 tipos quanto à culpa podem ser descritas como (em que "~" quer dizer negação):
    1. B
    2. D
    3. ~C
    4. ~D

    [Quando só uma delas é verdadeira], e com a declaração "~C" presente, nem B nem D podem ser culpados porque isso faria com que houvesse duas frases verdadeiras (a 3. e uma de 1. ou 2). "C" pode ser. "A" não pode ser porque isso tornaria 3. e 4. verdadeiras. Logo, a resposta é "A".

    Para a segunda pergunta, podemos inverter as afirmações, de forma a usar (eficientemnte) o raciocínio anterior:
    1. ~B
    2. ~D
    3. C
    4. D
    Neste caso, nem "A" nem "C" podem ser porque 1. e 2. seriam verdadeiras (para além de 3. no caso de "C"). "D" não pode ser porque 1. e 4. seriam verdadeiras. "B" pode ser - só a 2. é verdadeira. Logo, a resposta é "B". Revertendo o jogo (para confirmar), a única declaração falsa seria então a de A, "B é culpado", o que faz com que B seja de facto o culpado.

    Tenho todo o gosto em que me envie outros puzzles e problemas afins. Por email melhor? (tiago.mendes@economics.oxford.ac.uk)

    Obrigado e bom ano também para si.

    By Blogger Tiago Mendes, at 7:41 da tarde  

  • Bruno,

    Não leves a mal mas não estou com vontade de entrar nesses temas. Reitero o meu apoio ao CAA.

    Bom ano para ti.

    By Blogger Tiago Mendes, at 7:42 da tarde  

  • Tiago,

    Ok, por hoje escapas...


    Feliz 2006 para ti também!

    By Blogger Bruno Gonçalves, at 8:03 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home