aforismos e afins

31 dezembro 2005

Coisas de que eu gostei nos blogs em 2005

(sem ordem de espécie relevante)
.
- o mítico «O nosso amor é verde»
- os escritos (e a escrita) de Henrique Raposo
- as intermináveis discussões epistemológicas com o João Galamba
- tudo o que se escreve n'O Boato
- os comentários do nosso conhecido José Barros
- o corajoso (ainda que sem novidade) «Toda a mulher gosta de apanhar» (e a lição gramatical que se impunha)
.
- o insuperável 'blog-savoir-faire' de PPM
- a presença (e a postura) de CCS na blogosfera
- os prémios (e a piada) de Rodrigo Moita de Deus
- a distinta classe da Sra. Educadora
- o folhetim-/-diálogo-Socrático «Coming out a um conservador-liberal» e toda a polémica à volta do artigo de MST
.
- o excelente Miguel Madeira ter criado um blogue
- uma atempada e precavida proposta de Linha Editorial
- este especialíssimo 2005 em revista
- a iconoclastia preserverante de CAA
- os «Copos e afins», onde pude conhecer gente muito porreira, e onde aconteceu o acto criador da já famosa "Paleo-Lésbica"
.
Alguns posts aqui da casa: um post polémico e contundente, uma nota a JPP, o dançante Jerónimo, uma correcção importante à GLQL, uma reflexão sobre a adopção, um silogismo refinado, o mega-esclarecimento ao artigo «SIDA e Economia», um complemento a um escrito do HR, uma digressão à volta do infinito, o primeiro quizz, uma provocação às mulheres, uma tentativa de cheque-[quase]-mate ao HR, mais sobre liberalismo e silogismos, polémica sobre moral, homossexualidade e Igreja (com 66 comentários) e subsequente água na fervura, sobre o puritano arquitecto Saraiva, sobre o artigo de MST - um, dois, três, a polémica sátira de CAA, uma nota hermenêutica, a poesia dum armistício, as discordâncias com o Pedro Picoito sobre Saramago, um mega-hiper post sobre o existencialismo do João Galamba, o post incitador à "ressurreição" bloguística dum doutorando em filosofia política, sobre o aborto, passagem fugidia por um blog de esquerda, e - last but not least - a maldita cocaína da minha querida Kate Moss.
.
Ainda a reter esta pérola de misoginia [reflexiva, note-se bem] de uma mulher aos 26 anos (que poderia ser generalizada sem grandes problemas de consciência para quase todas as idades, mas ok: it's a start):
.
«O que odeio em mim: a dependência afectiva; a minha inconsistência como pessoa; o ser fraca, instável, imatura, insegura, ciumenta, possessiva; o não poder estar sozinha; o desespero imediato; a minha brutalidade; a minha covardia (não ser capaz de sofrer, fraqueza, timidez), as infidelidades; a pouca atenção dada ao "outro", o ser, como as crianças, egocêntrica, que não é o mesmo de ser egoísta; falta de intuição; pouca assimilação do que leio; a inveja.» [MFM, aos vinte e seis (p. 223)]

5 Comments:

  • Em termos blogosféricos foi um bom ano, sim senhor... e eu ganhei muito com a descoberta deste blog. Um excelente 2006 'n keep up the good work!
    P.S.: O prémio para o post do ano vai para o «Coming out a um conservador-liberal», sem dúvida.

    By Blogger Bernardo, at 4:29 da tarde  

  • Obrigado, caro! O teu blog também foi uma excelente descoberta - keep up too! ;)

    Abraço,

    By Blogger Tiago Mendes, at 4:41 da tarde  

  • Boas escolhas e referencias! Parabéns tanbém por ti.

    By Blogger marta, at 1:52 da manhã  

  • Fico embaraçado com a distinção.:)

    Em todo o caso, devolvo-a, porque considero o Aforismos e Afins o meu blogue preferido a par do Blasfémias do incontornável CAA e do saudoso RAF.

    Espero, Tiago, que continues a escrever nos próximos tempos e que revejas a tua posição de parar por uns tempos. Seria uma pena para mim e para a blogosfera.

    By Anonymous José Barros, at 2:42 da manhã  

  • =)
    Bom Ano Novo!

    By Blogger AA, at 9:57 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home